Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Informadouro

Éramos Douro... agora somos mundo!

Informadouro

Éramos Douro... agora somos mundo!

Matosinhos quer desperdício alimentar Zero no concelho

Divulgação

A Câmara Municipal de Matosinhos e a Associação Dariacordar-Associação para a Recuperação do Desperdício assinam amanhã, 31 de janeiro, pelas 14h30, o protocolo de colaboração para a concretização do Projeto Zero Desperdício no concelho.

O objetivo será de criar uma dinâmica de combate ao desperdício alimentar local, através de uma rede local de parceiros (restaurantes, hipermercados, hotéis, empresas de catering e outros), doadores e instituições sociais (IPSS, Misericórdias, ONG e outras entidades solidárias), que assegure meios e recursos para a recolha e redistribuição dos alimentos por pessoas carenciadas.

O processo conta desde já com a adesão de instituições como a Lipor, a Unidade Local de Saúde de Matosinhos, o Serviço de Utilização Comum dos Hospitais (SUCH), a Gertal, o Pingo Doce, a Cruz Vermelha Portuguesa-Centro Humanitário de Matosinhos, a Irmandade da Santa Casa da Misericórdia do Bom Jesus de Matosinhos, o Lar da Santa Cruz e a Obra do Padre Grilo.

O combate ao desperdício alimentar é uma preocupação crescente a nível mundial. Estima-se que mais de um terço dos alimentos produzidos em todo o mundo se perde ou é desperdiçado entre o local de produção e o seu efetivo consumo humano.

Carlão apresenta “Livres e Iguais” a alunos de Guimarães

Divulgação

O projeto de promoção da interculturalidade “Livres e Iguais” da autoria do músico Carlão desenvolvido em parceria com a Betweien vai estar hoje, 30 de janeiro, na EB 2,3 Fernando Távora em Fermentões, Guimarães. A Sessão está marcada para as 14h30 e inclui lançamento de livro, performance musical e teatral.

A iniciativa promovida pela Câmara de Guimarães em parceria com o Agrupamento de Escolas Fernando Távora é direcionada para alunos do 9º ano e uma turma PIEF, no contexto do seu programa TEIP (Territórios Educativos de Intervenção Prioritária).

“Livres e Iguais” tem como propósito o combate a qualquer tipo de discriminação, fundada nos princípios da ignorância e do ódio, que bloqueie a construção de uma sociedade intercultural. Do programa do evento consta uma entrevista a Carlão, a interpretação de três músicas sobre a temática do racismo, xenofobia e discriminação étnica e representações alusivas a capítulos do livro.

 

Serão oferecidos livros que pretendem dotar os alunos dos conhecimentos e das ferramentas necessárias para mudar atitudes e comportamentos discriminatórios, e que contemplam um enquadramento teórico e jurídico e alguns dados estatísticos, para além de três histórias ficcionadas sobre racismo, discriminação étnica e xenofobia.

“Real Vinícola” em Matosinhos nomeado para edifício do ano

Luis Ferreira Alves

A Real Vinícola da autoria do arquiteto da Câmara Municipal de Matosinhos, Guilherme Machado Vaz, é candidato a Edifício do Ano 2018 na ArchDaily na categoria de Arquitetura Cultural.

Edificada entre 1897 e 1901, a Real Vinícola foi a primeira unidade industrial de Matosinhos-Sul e era composta por armazéns, tanoaria com mecanismos a vapor e ligação privativa ao Porto de Leixões através de veículos em carris, puxados por animais. Valências imprescindíveis para a área de ação desta empresa ligada à exportação de vinhos da “Real Vinícola” da “Méneres e & Cia”.

No ano 2000, após ter sido adquirido pela Câmara de Matosinhos, o edifício foi classificado como monumento de interesse público e alvo de um intenso programa de reabilitação. Um investimento total que ultrapassa os oito milhões de euros.

Desde o dia 18 de novembro de 2017, o complexo remodelado passou a acolher a sede da Casa da Arquitectura-Centro Português de Arquitectura, o primeiro espaço expositivo português inteiramente dedicado ao estudo, divulgação e valorização da arquitetura e, no interior do quarteirão irá ficará instalada a Orquestra Jazz de Matosinhos, um restaurante e um conjunto de estabelecimentos comerciais relacionados com a vocação industrial do imóvel.

Votar no “Real Vinícola” edifício do ano 2018

Hospital do Sorriso vai estar dia 4 de fevereiro em Vouzela

Divulgação

Vouzela vai receber o Hospital do Sorriso, no próximo dia 4 de fevereiro. Um projeto social, integrado na Associação Portuguesa de Aromaterapia, que reúne um grupo de terapeutas de medicinas alternativas que leva cuidados de saúde às pessoas em vários pontos do país.

O Hospital do Sorriso vai estar na Escola EB2 (em frente ao centro de saúde), a partir das 10h até às 17h para atender, gratuitamente, quem quiser experimentar tratamentos no âmbito da Aromaterapia, massagens de vários tipos, acupuntura, entre outras.

Uma oportunidade única de contactar com novas formas de tratar o corpo e a mente, de relaxar e de ter momentos agradáveis de saúde e bem-estar.

Casa Nova para seis famílias de Matosinhos

Município de Matosinhos

Ano novo, casa nova para seis famílias de Matosinhos. As habitações foram entregues hoje, 29 de janeiro, pela Câmara Municipal e Matosinhos Habit, a empresa municipal responsável pelas intervenções de reabilitação.

As seis habitações sociais correspondem ao realojamento de uma dezena de pessoas. Quatro apartamentos T1, um T2 e um T3, localizados nos conjuntos habitacionais de São Tiago de Custóias, de Custió, de Recarei, de Gatões e da Biquinha. Entre os beneficiários estão um casal de idosos e duas famílias com filhos dependentes, cujos processos de atribuição de habitação estavam decididos há já algum tempo.

As famílias agora realojadas, provenientes das freguesias de Matosinhos, Leça do Balio e Senhora das Hora, vão beneficiar do regime de arrendamento apoiado, cabendo-lhes pagar rendas cujos valores oscilam entre os 5,37 e os 50,27 euros mensais.

A autarquia já investiu neste mandato cerca de 111.896€ na requalificação de fogos sociais devolutos.