Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Informadouro

Éramos Douro... agora somos mundo!

Informadouro

Éramos Douro... agora somos mundo!

Funicular de Santa Luzia regista um aumento de passageiros

Direitos Reservados

 

O Funicular de Santa Luzia registou, em 2017, um aumento de 10% na afluência de passageiros. Desde a sua abertura, em abril de 2007, que o número de pessoas a utilizar este elevador ultrapassou os 978 mil.

O elevador que liga a cidade de Viana do Castelo a Santa Luzia foi utilizado, entre abril e dezembro de 2017, por 978.090 passageiros. Este número foi obtido através de um acréscimo de 139.729 utilizações face às 126.75 do ano anterior.

O Funicular, distinguido com o prémio de Infraestrutura Ferroviária do Ano 2013 e 2014, é o mais moderno de Portugal. Percorrendo um desnível de 160 metros, em seis a sete minutos, a viagem no Funicular de Santa Luzia é a mais longa de todos os funiculares do país, completando 650 metros. Construído por iniciativa do empresário e engenheiro portuense Bernardo Pinto Abrunhosa, foi inaugurado a 2 de junho de 1923 através da Empreza do Elevador de Santa Luzia.

Entre 18 de Agosto e 31 de outubro de 1944, os Serviços Municipalizados de Viana do Castelo asseguraram a exploração, com carácter provisório e, em 1945, foi alvo de importantes trabalhos de reparação. A 28 de Janeiro de 2005 é transferido para o domínio público do Município de Viana do Castelo e, em meados de 2005, foi alvo de uma empreitada de 2,28 milhões de euros com a renovação da linha, recuperação dos muros que a ladeiam e a instalação de duas modernas carruagens. Estas contam com uma lotação para 25 pessoas, 12 sentadas e 13 em pé.

As novas carruagens permitem o transporte de bicicletas para que os ciclistas possam ascender a Santa Luzia e circular nos trilhos de montanha existentes.

Marinha Grande: Rua Central do Moinho de Cima com trânsito interrompido

kuan-fang-258060.jpg

 

A Rua Central do Moinho de Cima, na freguesia da Marinha Grande, vai estar interrompida ao trânsito os dias 7, 8 e 9 de fevereiro devido a obras, informou a autarquia.

A interrupção ao trânsito ocorre "na sequência da empreitada de requalificação da Rua Nova do Moinho de Cima e infraestruturas de saneamento dos arruamentos adjacentes".

Durante estes dias, só será possível o acesso a moradores e a cargas e descargas.