Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Informadouro

Somos mundo!

Informadouro

Somos mundo!

Tomar: Carnaval da Linhaceira inspira concurso de fotografia

Biblioteca de Temas Linhaceirenses

 

A Biblioteca de Temas Linhaceirences está a promover um concurso de fotografia sobre o Carnaval da Linhaceira.

Integrado no centenário das escola desta aldeia de Tomar, o concurso quer premiar "imagens obtidas na Linhaceira durante o ano de 2018 e que tenham de alguma maneira a ver com o Carnaval", podendo ter sido capturadas por um telemóvel ou por uma máquina fotográfica. 

Os fotógrafos Paulo Ferreira, Luís Ribeiro e Pedro Gilberto, o coordenador das comemorações Nuno Garcia Lopes e Luís Faustino, da comissão do Carnaval, fazem parte do júri que vai analisar as fotografias.

A melhor fotografia e o melhor portefólio recebem 200 euros. Segundo nota enviada às redações, "o júri escolherá ainda um conjunto de trabalhos das duas categorias, que receberão diploma alusivo e integrarão uma futura exposição". Cada participante poderá concorrer com um máximo de três imagens ou, em caso de concorrer à categoria portefólio, pode concorrer com um conjunto de até dez fotografias. 

Todo o regulamento pode ser consultado em http://bibliotecalinhaceira.blogspot.pt. O prazo limite de participação é o dia 4 de março. 

Viana do Castelo: autarquia vai apoiar criação de centro de formação desportiva de vela

Município de Viana do Castelo

 

Na última reunião do executivo municipal, a autarquia de Viana do Castelo aprovou um protocolo para a "implementação e desenvolvimento do Centro de Formação Desportiva de Vela do Agrupamento de Escolas de Santa Maria Maior", anunciou o município. 

O protocolo estabelece uma "parceria de cooperação" com vista a implementar o centro de formação e "regular a oferta do ensino/aprendizagem da modalidade desportiva de vela" nas instalações do Clube Vela de Viana do Castelo. 

A autarquia disponibilizará um valor de dois mil euros anuais ao Clube "para comparticipação nas despesas inerentes à prática regular da atividade" e que está dependente da verba disponibilizada pela Coordenação Nacional do Desporto Escolar e dois professores de Educação Física. O Clube ficará responsável pelas instalações desportivas e a disponibilização de embarcações, garantindo a sua disponibilidade. 

 

Vila Nova de Cerveira: Rio Minho tem boia de monitorização

Município de Vila Nova de Cerveira

 

O Aquamuseu do Rio Minho colocou uma boia no estuário do Rio Minho "registar parâmetros físico-químicos da água", anunciou a autarquia de VIla Nova de Cerveira. 

Esta ação integra-se no projeto MIGRA MIÑO-MINHO, sendo que o equipamento foi edquirido pela Agência Portuguesa do Ambiente, um dos parceiros do projeto. "Muito em breve" poder-se-á receber "dados em tempo real de uma secção do rio sobre a qual há pouca informação com estas caraterísticas", refere a autarquia. 

O projeto MIGRA MIÑO-MINHO tem como "principal desafio melhorar a proteção e a gestão sustentável do espaço natural de fronteira que forma a sub-bacia internacional do rio Minho". 

Vila Nova de Cerveira: Limpeza florestal está em curso

Município de Vila Nova de Cerveira

 

Está em curso uma operação de limpeza a 37 hectares de terreno florestal no concelho de Vila Nova de Cerveira, anunciou a autarquia. 

A medida, que custará cerca de 50 mil euros e é cofinanciada pelo Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência de Recursos (POSEUR), serve para proteger e prevenir incêndios "através do reforço da instalação de faixa de redução de combustível e de faixa de interrupção de combustível da rede primária, em terreno não privado", refere nota do município. Esta ação "contempla ações de corte e remoção ao nível dos estratos arbóreo, arbustivo e subarbustivo ao longo de 37 hectares" e que envolve quatro freguesias: Gondarém, Loivo, UF de Reboreda e Nogueira e UF de Vila Nova de Cerveira e Lovelhe. 

Fernando Nogueira, presidente da Câmara de Vila Nova de Cerveira, diz que o município não vai "fugir à responsabilidade". "Temos feito a sensibilização e as intervenções possíveis, para dar o nosso melhor contributo nesta matéria" mas o autarca vai ressalvando que "nenhum dos 308 municípios portugueses vai cumprir na íntegra todas as recomendações. Por um lado, são poucos os que têm o cadastro, e por outro lado, por ser tecnicamente, humanamente e financeiramente impossível cumprir estas medidas". 

Até 15 de março, "os proprietários, arrendatários, usufrutuários ou entidades que, a qualquer título, detenham terrenos confinantes a edifícios inseridos em espaços rurais, são obrigados a proceder à limpeza de vegetação", alerta a autarquia. As coimas podem ir até aos 10 mil euros (particulares) ou 12 mil euros (pessoas coletivas). 

Quercus propõem #40 dias sem plástico

Direitos Reservados

Estudos recentes mostram que 259 milhões de copos de café, 10 biliões de beatas de cigarros, 40 milhões de embalagens de take-away, 1 bilião de palhinhas de plástico e 721 milhões de garrafas descartáveis são consumidos anualmente em Portugal. Perante este cenário de aumento do consumo de produtos descartáveis a Quercus vai divulgar em Portugal durante os quarenta dias da Quaresma um desafio ambiental europeu e diário que convida a população a desistir dos produtos descartáveis sensibilizando para modos de vida mais amigos do Ambiente

Segundo a coordenadora de resíduos da Quercus, Carmen Lima “Portugal está em linha com os países que mais consomem este tipo de produtos, mas alguns deles, como a França e o Reino Unido, já com legislação pronta para eliminar o uso deste tipo de produtos e reduzir também o consumo de plásticos. A Quercus espera que Portugal passe rapidamente a fazer parte deste grupo de países”…

Direitos Reservados

A Associação ambientalista chama ainda a atenção para os microplásticos (pequenas partículas de plástico), um ingrediente comum em muitos cosméticos e produtos de higiene pessoal que são levados para uma rede de esgotos e que por serem demasiado pequenos para serem completamente filtradas nos sistemas de tratamento acabam no ambiente aquático.

“O grande problema destas partículas é que elas não ameaçam apenas a biodiversidade marítima, mas, como entram na cadeia alimentar dos animais, entram na cadeia alimentar dos humanos, podendo colocar a nossa saúde em risco”. As micropartículas de plástico encontram-se no sal, algas, peixes e aves.

Cerca de 72% de lixo marinho da costa portuguesa são objetos entre 50 µm e 20 cm e microplásticos (<5 mm).

Aceite o desafio da Quercus e partilhe a sua experiência através de fotografias ou vídeos, usando a hashtag #40DiasSemPlástico. Poderá incluir o logotipo da campanha na sua imagem, se a colocar em https://plastikfasten.bund.net/?l=pt