Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Informadouro

Somos mundo!

Informadouro

Somos mundo!

Comandante Carvalho Araújo e Monsenhor Minhava homenageados este fim-de-semana em Vila Real

Divulgação

O Município de Vila Real homenageia este fim-de-semana duas figuras ilustres da terra: o Comandante Carvalho Araújo e o Monsenhor Ângelo Minhava.

No ano em que se assinalam os 100 anos da morte do grande herói Vila-realense, o Comandante Carvalho Araújo, o Município de Vila Real preparou um vasto programa comemorativo que começa hoje, 18 de maio, dia do seu nascimento, com a inauguração, às 18h00, da exposição José Botelho de Carvalho Araújo, nos 100 anos da sua morte, patente no Arquivo Municipal, e se prolongará até ao próximo mês de novembro.

Amanhã, dia 19 de maio decorrerá, às 15h00, nos Paços do Concelho, a sessão solene que marcará o arranque oficinal das comemorações, onde será apresentado o programa de atividades completo, a que se seguirá uma Guarda de Honra, pela Marinha Portuguesa, e aposição de flores na estátua do oficial da Marinha morto em combate durante a Grande Guerra. Para os claustros da Câmara Municipal de Vila Real está agendado o lançamento de vinho da edição comemorativa da vida do Comandante Carvalho Araújo.

Com estas celebrações o município pretende “dar a conhecer a crianças e jovens a sua vida e o porquê de Carvalho Araújo ser uma figura incontornável na história de Vila Real e de Portugal”.

Nesse sentido, em junho estreia o espetáculo "Um herói apresenta-se: a história de Carvalho Araújo contada pelo próprio", com texto do escritor Pires Cabral e apresentação pela companhia Urze Teatro, e que a partir de setembro irá percorrer as escolas do concelho. Também em setembro, no arranque do novo ano letivo, os alunos do secundário serão desafiados, através de um concurso, a desenhar a medalha comemorativa do centenário.

Twitter Alvaro Silvio

Outra figura ilustre da cidade que será homenageada este sábado, 19 de maio, é o Monsenhor Ângelo Minhava, autor da marcha de Vila Real. Às 10h30 irá realizar-se uma eucaristia celebrada por D. Amândio Tomás, com a participação do Grupo de Cantares da Casa do professor. Às 11h30 será inaugurado o busto com a efígie do Monsenhor Minhava, na rotunda interna da Nossa Senhora da Conceição/Avenida D. Dinis.

Ângelo do Carmo Minhava nasceu na freguesia de Ermelo em 1919, tendo sido ordenado padre em 1942. Lecionou no Seminário, no Liceu Camilo Castelo Branco, na Escola Comercial e Industrial, na Escola do Magistério e no Instituto Politécnico (atual UTAD). Homem de cultura, escreveu obras de teatro e poesia, musicou letras de muitos poetas e poetisas de todo o país. Autor e compositor das marchas de Mondim de Basto, Sabrosa, Mesão Frio, Santa Marta de Penaguião e a de Vila Real. Hinos que o tornam imortal.

Monsenhor Ângelo Minhava faleceu no dia 2 de dezembro de 2016, aos 97 anos.