Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Informadouro

Éramos Douro... agora somos mundo!

Informadouro

Éramos Douro... agora somos mundo!

Lagos comemora 445º Aniversário de Elevação a Cidade

Divulgação

A Câmara Municipal de Lagos preparou um conjunto de iniciativas para o dia 27 de janeiro, data em que se assinala o 445º aniversário de elevação a Cidade.

Comemorar a Elevação de Lagos a Cidade “é motivo de orgulho” para todos os lacobrigenses, pois “foi graças ao conhecimento, saber, experiência e determinação de muitos” que Lagos se tornou num “centro privilegiado e ponto de encontro de gerações, culturas e civilizações, que fizeram da Cidade a mais cosmopolita dos séculos XV e XVI, no contexto nacional”, refere em comunicado a autarquia.

O Mercado Municipal da Avenida é o primeiro espaço a receber as atividades festivas com a apresentação do livro “As Mais Antigas Receitas de Batata-doce nos Livros de Culinária dos Séculos XVIII e XIX”, pelas 10h30, seguido de uma sessão de showcooking.

Pelas 16h00, terá lugar a inauguração da sede social do GAL - Grupo de Amigos de Lagos, exatamente na data em que comemora o seu 25º aniversário. Recorde-se que o Município de Lagos cedeu recentemente, a título gratuito e pelo prazo de dez anos, renovável por períodos de cinco anos, uma fração, situada no prédio da Rua Cândido dos Reis, destinada à instalação da sede social desta associação.

Mais tarde, pelas 18h00, os interessados poderão assistir ao Concerto “Clássicos em Talha Dourada”, na Igreja de Santo António, um dos ex-libris da cidade. A participação é gratuita, mas limitada ao nº de lugares sentados (refira-se que este equipamento, neste dia e no âmbito deste concerto, apenas estará aberto a visitas até às 13h00).

O programa termina com uma atividade para os mais pequenotes - “Noites com Arte”, por Joana Espinal, a decorrer na Biblioteca Municipal de Lagos.

A Elevação de Lagos a Cidade “representa um dos momentos mais significativos da história local”, considera a autarquia, “constituindo o reconhecimento da importância e do trajeto percorrido desde a atribuição do Foral, por D. Manuel I em 1504, até à sua elevação em 1573, por D. Sebastião”.