Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Informadouro

Éramos Douro... agora somos mundo!

22
Fev18

Quercus propõem #40 dias sem plástico


helena margarida

Direitos Reservados

Estudos recentes mostram que 259 milhões de copos de café, 10 biliões de beatas de cigarros, 40 milhões de embalagens de take-away, 1 bilião de palhinhas de plástico e 721 milhões de garrafas descartáveis são consumidos anualmente em Portugal. Perante este cenário de aumento do consumo de produtos descartáveis a Quercus vai divulgar em Portugal durante os quarenta dias da Quaresma um desafio ambiental europeu e diário que convida a população a desistir dos produtos descartáveis sensibilizando para modos de vida mais amigos do Ambiente

Segundo a coordenadora de resíduos da Quercus, Carmen Lima “Portugal está em linha com os países que mais consomem este tipo de produtos, mas alguns deles, como a França e o Reino Unido, já com legislação pronta para eliminar o uso deste tipo de produtos e reduzir também o consumo de plásticos. A Quercus espera que Portugal passe rapidamente a fazer parte deste grupo de países”…

Direitos Reservados

A Associação ambientalista chama ainda a atenção para os microplásticos (pequenas partículas de plástico), um ingrediente comum em muitos cosméticos e produtos de higiene pessoal que são levados para uma rede de esgotos e que por serem demasiado pequenos para serem completamente filtradas nos sistemas de tratamento acabam no ambiente aquático.

“O grande problema destas partículas é que elas não ameaçam apenas a biodiversidade marítima, mas, como entram na cadeia alimentar dos animais, entram na cadeia alimentar dos humanos, podendo colocar a nossa saúde em risco”. As micropartículas de plástico encontram-se no sal, algas, peixes e aves.

Cerca de 72% de lixo marinho da costa portuguesa são objetos entre 50 µm e 20 cm e microplásticos (<5 mm).

Aceite o desafio da Quercus e partilhe a sua experiência através de fotografias ou vídeos, usando a hashtag #40DiasSemPlástico. Poderá incluir o logotipo da campanha na sua imagem, se a colocar em https://plastikfasten.bund.net/?l=pt

 

22
Fev18

Lagos: Fatura da Água vai baixar


helena margarida

Divulgação

A fatura da água em Lagos vai baixar 10% a partir do próximo mês. A introdução de alterações ao novo tarifário de abastecimento de água, saneamento e resíduos sólidos urbanos da Câmara Municipal de Lagos, foi aprovada na Reunião de Câmara de 7 de fevereiro. O objetivo é continuar as políticas de redução das tarifas nos setores das Águas e Resíduos, promovendo a redução dos custos e aumentando a eficiência dos três setores sem penalizar o consumidor final.

Sublinhe-se que não se trata de uma redução de todos os preços praticados, mas sim de um ajuste do preço que, no seu geral, resulta na diminuição do valor global da fatura de cada munícipe, cumprindo-se desta forma uma promessa eleitoral do executivo municipal.

As alterações prendem-se com a redução das Tarifas de Disponibilidades dos Serviços de Águas e Resíduos e com a alteração da Tarifa Variável da água (nos 2º, 3º e 4º escalões) no caso do consumidor Doméstico e na Tarifa Variável para os consumidores Não Domésticos.

Em vigor estão também um conjunto de isenções e de reduções previstas no Regulamentos de Água, Saneamento e Resíduos Sólidos, do qual beneficiam pensionistas e reformados; famílias com 2 menores a cargo; famílias numerosas; famílias em que a mulher se encontre grávida e estabelecimentos de Ensino Público, Instituições de Solidariedade Social, Igrejas, Autarquias, Coletividades Desportivas Recreativas e Culturais, e Bombeiros.

19
Fev18

Eurocidade do Guadiana internacionalmente reconhecida


helena margarida

Município de Castro Marim

A Eurocidade do Guadiana foi registada como o Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial (AECT), tornando-se o primeiro instrumento europeu de cooperação transfronteiriça de alcance territorial criado na Eurorregião Andaluzia-Algarve-Alentejana.

A Eurocidade do Guadiana era fruto de um protocolo de colaboração entre os municípios de Ayamonte, Castro Marim e Vila Real de Santo António. Agora este reconhecimento, “poderá desenvolver duas importantes áreas para estes territórios, uma que diz respeito à promoção das três cidades como destino turístico único e outra que respeita à dinamização das áreas ligadas à juventude” considerou o presidente da Câmara Municipal de Castro Marim, Francisco Amaral.

A constituição como AECT abre novas perspetivas para o futuro dos três municípios, uma vez que a fronteira não será agora um obstáculo administrativo podendo assim candidatar-se a fundos comunitários específicos para as Eurocidades.

09
Fev18

Petição Pública pela construção do Novo Hospital de Lagos


helena margarida

Município de Lagos

A Assembleia Municipal de Lagos está a promover uma Petição Pública, subscrita pelas populações dos Concelhos de Lagos, Aljezur e Vila do Bispo, exigindo do Governo a construção do novo Hospital de Lagos.

Lembram que a tradição hospitalar de Lagos remonta ao século XV e, desde então, e até hoje, tem ininterruptamente disposto de instalações hospitalares, quer civis quer militares, que desempenham um papel indispensável às populações dos Concelhos de Lagos, Aljezur e Vila do Bispo. No final do Século XV a Santa Casa da Misericórdia de Lagos já dispunha de Hospital, localizado na zona onde hoje se encontra, após ter beneficiado de sucessivas alterações e ampliações.

No entanto, esta localização “é insatisfatória” desde há muito tempo, servida por “estreitos arruamentos medievais” e sem possibilidade de ampliação por estar ligada à Muralha de Lagos, classificada de Monumento Nacional. Por outro lado, “é imperiosa” a necessidade de que o Hospital de Lagos adquira condições para proporcionar aos seus utentes, nacionais e estrangeiros, “os níveis de qualidade de conforto e de atendimento exigíveis ao Serviço Nacional de Saúde”.

É neste sentido que nos Concelhos de Lagos, Aljezur e Vila do Bispo, as populações, os autarcas e os trabalhadores do Hospital têm mantido uma persistente luta, com manifestações públicas, tomadas de posição e deliberações pela relocalização do Hospital em Lagos, em terrenos já garantidos pela Câmara Municipal e com as instalações, equipamentos e valências adequadas às reais necessidades das populações.

Como resultado, nos anos de 2008/2009, decorreu um processo que levou à aprovação pela Ministra da Saúde do projeto, estudo e concretização do novo Hospital para Lagos.

Sem qualquer evolução deste processo por parte do Governo, a Assembleia Municipal de Lagos deliberou, em 26 de junho de 2017, por unanimidade, exigir a inclusão do Hospital de Lagos no Orçamento de Estado para 2018, o que não se verificou.

Os interessados podem assinar esta Petição online até ao dia 29 de março.

07
Fev18

10.ª edição da Festa da Laranja no Mercado de Portimão até 10 de fevereiro


helena margarida

Divulgação

A Festa da Laranja está no Mercado da Avenida S. João de Deus em Portimão.

Escola Profissional Gil Eanes de Portimão

Durante cinco dias, os clientes poderão adquirir o delicioso e sumarento citrino Algarvio ao preço especial de 49 cêntimos o quilo e experimentar, entre as 10h00 e as 12h00, as propostas apresentadas pelos alunos dos cursos de Cozinha e de Restauração e Bebidas da Escola de Hotelaria e Turismo de Portimão – Turismo de Portugal IP, que realizarão diversas demonstrações culinárias e degustações nos dias 6, 7, 8 e 9 fevereiro.

Escola Profissional Gil Eanes de Portimão

No dia 10 de fevereiro, o mercado recebe a visita especial do Chef Nuno Martins, um dos mais conceituados Chefes de Cozinha na região, que virá ao Mercado partilhar os seus segredos confecionando iguarias com os “frescos” e a deliciosa Laranja Algarvia.

Siga-nos no Facebook e no Twitter!

publicidade

Fale connosco

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Siga-nos no Facebook