Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Informadouro

Éramos Douro... agora somos mundo!

Informadouro

Éramos Douro... agora somos mundo!

Tomar: Crianças da Linhaceira plantam pés de Linho e descobrem história da aldeia

Direitos Reservados

Manhã de sol, perfeita para meter as mãos na terra e plantar, nas floreiras da escola, um pé de linho. Uma planta carregada de simbolismo na Linhaceira, Tomar, que as crianças do Agrupamento de Escolas Templários tiveram oportunidade de ficar a conhecer melhor e até levar para casa num vaso.

Direitos Reservados

Um momento que foi aproveitado para contar aos alunos a história da criação dos diversos edifícios escolares da aldeia, o primeiro dos quais foi inaugurado em 1918, bem como das origens da Linhaceira, topónimo cuja referência mais antiga que se conhece é de um documento de 1530. As menções à situação geográfica e o cotejo com outros documentos, trabalho que tem vindo a ser feito no âmbito da investigação que ganhou maior força com o Centenário, apontam hoje como muito provável que o nome da aldeia tenha por base o cultivo de linho, razão pela qual se optou por esta celebração simbólica.

Isso mesmo foi explicado às crianças, envolvendo-as ativamente nessa relação com as origens, ao mesmo tempo que se pretendeu promover o contacto com a natureza e a responsabilidade no cuidado das plantas.

Direitos Reservados

Esta iniciativa esteve integrada nas comemorações do Centenário das Escolas na Linhaceira que tem vindo a comemorar-se desde 2013, com a edição de dois livros sobre a História da aldeia e da freguesia e dois mil artigos sobre o mesmo assunto numa cadência diária no blogue.

Este ano acontece o ponto alto das celebrações, que já incluiu atividades de música e fotografia e vai contar também com um Prémio Literário sobre o tema “A Escola”, entre outras iniciativas.