Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Informadouro

Somos mundo!

O nosso dever? Informar!

Direitos Reservados

 

A iniciativa do Município de Chaves, “O Sacramental vai à Escola”, tem como objetivo comemorar os 530 anos do primeiro livro impresso em língua portuguesa, o Sacramental, a 18 de abril de 1488.

Para assinalar esta data, a autarquia flaviense está a preparar um programa de atividades, no próximo dia 18 de abril, que envolve as escolas do concelho para reforçar a importância deste acontecimento junto da comunidade educativa. Para além disso será ainda realizado um colóquio sobre o tema, na Biblioteca Municipal, dirigido a toda a comunidade.

Nos Agrupamentos Escolares do concelho o dia será celebrado com palestras de três escritores: José Barbosa Machado, professor da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, com estudos publicados sobre a obra; Ernesto Salgado Areias, advogado e escritor, Diretor da Universidade Sénior do Rotary Clube de Chaves e membro fundador do Centro de Estudos Judaicos do Alto Tâmega e Manuel Araújo, Professor de Português, mestre em Língua e Literatura Portuguesa, escritor com vários prémios no âmbito das Letras. Os escritores estarão ainda presentes pelas 18h00, na Biblioteca Municipal.

O Sacramental, da autoria de Clemente Sánchez de Vercial, foi um dos livros mais lidos durante o século XV, tendo sido proibido pela inquisição, no Séc. XVI e consequentemente queimado, tornando-se numa obra rara. Foi igualmente o livro mais impresso na Península Ibérica, desde a introdução da Imprensa até meados do Séc. XVI.

Direitos Reservados

 

A “Mesa de Chaves” é uma das pré-finalistas do Concurso 7 Maravilhas à Mesa, que se dedica à promoção do melhor que o nosso património tem a nível gastronómico.

Na cidade de Chaves os sabores que constituem a “Mesa” são o Presunto, o Pastel de Chaves, o Arroz de Fumeiro e o Vinho de Arcossó. Esta foi escolhida num total de 182 candidaturas provenientes de todas as regiões de Portugal.

Os 77 membros especialistas do Conselho Científico escolheram a candidatura do Município flaviense como uma das mais bem apresentadas, num concurso que elege o melhor da gastronomia, vinho, azeite e roteiro turístico de cada região de Portugal.

As 49 “Mesas” pré-finalistas serão submetidas a votação pública em galas semanais entre 22 de julho e 16 de setembro, transmitidas em direto pela RTP, para eleger as setes melhores do país. Após a eleição das duas mesas finalistas, a sétima edição das “7 Maravilhas à Mesa” vai entregar um selo de garantia às mesas homenageadas, promovendo as regiões de Portugal enquanto destino turístico de referência.

13.04.18

Almada: 3500 crianças fazem a Festa dos Campeões


Bruno Fernandes

Município de Almada

 

Está aí a edição 2018 da Festa dos Campeões, uma iniciativa da autarquia de Almada com o apoio do Desporto Escolar da Península de Setúbal e dos escolas e agrupamentos públicos e particulares do concelho. 

A festa, que pretende dar às crianças, "em ambiente de grande amizade e convívio, a possibilidade de experimentarem vários circuitos com diferentes atividades físicas e desportivas", decorre este ano em três locais diferentes: a Pista Municipal de Atletismo, na Sobreda, (a 16 de abril), o Jardim Urbano da Costa da Caparica (a 18 de abril) e o Complexo Municipal dos Desportos "Cidade de Almada", no Feijó (a 19 e 20 de abril). 

 

Ao todo estarão envolvidas mais de 3500 crianças do concelho, de cerca de 160 turmas do 1.º ciclo do Ensino Básico que serão distribuídos pelos três locais onde a Festa vai decorrer. 

13.04.18

Representantes de oito regiões trasnfronteiriças europeias visitam Miranda do Douro de olhos postos em 2021-2027


helena margarida

Município de Miranda do Douro

No âmbito do projeto EPICAH Europeu, financiado pelo INTERREG EUROPE e com a finalidade de integrar projetos turísticos em programas de cooperação 2021 – 2027, irão estar de visita a Miranda do Douro representantes de oito regiões fronteiriças europeias.

Na visita a decorrer no dia 18, abrangem-se as boas práticas identificadas em Zamora e Miranda do Douro em termos de valorização. Os participantes podem ver, em primeira mão, exemplos de ações de recuperação e valorização do património natural e cultural, por meio de fundos de cooperação, como elemento de atração turística, impulsionando a economia e gerando uma mais valia para o turismo e para o território.

O projeto EPICAH, lidera outro projeto chamado Destino Frontera, financiado pelo POCTEP, que cobre toda a fronteira luso-espanhola e que visa valorizar a fronteira. Este projeto integra quatro áreas principais: turismo de natureza, enoturismo, turismo de património e turismo de águas termais. O conjunto dessas ações constitui uma estratégia para valorizar a fronteira como destino turístico e, assim, gerar atividade económica e fixar a população em lugares, hoje, com uma grave deterioração demográfica.

Entretanto, este fim de semana, 14 e 15 de abril, estará de visita a Miranda do Douro uma delegação de Bezons (França) composta pelo Presidente Dominique Lesparre, a Primeira Adjunta Florelle Prio e a chefe de gabinete Clementine Leverend, para conhecer o concelho, de forma a propor ao executivo municipal a geminação dos 2 territórios.

13.04.18

Castro Marim oferece Passeios Culturais aos mais desfavorecidos


helena margarida

Divulgação

Contribuir para o enriquecimento cultural dos participantes e, simultaneamente, promover o convívio, a amizade e a confraternização entre os munícipes é o que a Câmara Municipal de Castro Marim pretende alcançar com o novo programa de Passeios Culturais.

As inscrições para a primeira de três visitas já estão abertas. Os interessados em participar podem contactar o Gabinete de Apoio ao Munícipe (tel.: 281510778) ou as juntas de freguesia de Odeleite (tel.:281 495 148), Azinhal (tel.:281 495 187), e Altura (tel.: 281 956 680) para todas as informações.

Esta iniciativa está integrada no conjunto de políticas sociais do Município, a par de outras ações que visam contribuir para o bem-estar e qualidade de vida dos castromarinenses, privilegiando os mais desfavorecidos económica e socialmente.

Entre maio e outubro, vão realizar-se passeios até ao Santuário de Fátima, ao Aquashow e à Estremadura espanhola (Cáceres, Mérida e Guadalupe).

13.04.18

Câmara de Odivelas toma medidas preventivas contra possíveis ataques cibernéticos


helena margarida

markus-spiske-507983-unsplash.jpg

A Câmara Municipal de Odivelas assina no dia 16 de abril, pelas 16h30, um Protocolo de Cooperação com o Gabinete Nacional de Segurança/Centro Nacional de Cibersegurança (CNCS).

Este protocolo tem como objetivo criar uma cooperação com o CNCS de forma a alertar o Município de possíveis ataques cibernéticos, bem como ajudar a implementar medidas para a proteção de dados pessoais, privacidade dos cidadãos e informação do Município.

O Centro Nacional de Cibersegurança tem por missão contribuir para o uso do ciberespaço de uma forma livre, confiável e segura, através da promoção da melhoria contínua da Cibersegurança nacional em articulação com todas as autoridades competentes, e implementar medidas e instrumentos necessários à antecipação, deteção, reação e recuperação de situações que, face à iminência ou ocorrência de incidentes ou ciberataques, ponham em causa o funcionamento das infraestruturas críticas e os interesses nacionais.

13.04.18

Ribeira de Pena: Natureza e património emprestam cenário à Caminhada Daivões – Santuário de Nossa Senhora da Guia


helena margarida

Divulgação

A Associação “Artesão das Trofa”, Unidade Pastoral de Ribeira de Pena, promove uma Caminhada, domingo, 15 de abril, entre Daivões e o Santuário de Nossa Senhora da Guia.

Esta é já a quarta edição e tem o custo de inscrição de 1€ que reverte para ajuda das despesas da Associação, nomeadamente para reforço alimentar.

O percurso de grau médio tem início previsto para as 13h30 na Capela de Daivões seguindo para Reboriça, Boucinhas, Capela de Salvador, Brunhedo, Sta. Marinha e Sra. da Guia. O transporte de regresso a Daivões está garantido e quem perder o “tiro de partida” pode sempre juntar-se à Caminhada nos outros pontos de referência.

Esta iniciativa conta com o apoio do Município de Ribeira de Pena, Junta de Freguesia de Santa Marinha e Junta de Freguesia de Salvador e Santo Aleixo de Além Tâmega.

Em caso de chuva a Caminhada ficará adiada para o dia 22 de abril.

13.04.18

Piscina de Vieira de Leiria vai ser requalificada


helena margarida

Piscina de Vieira de Leiria

A Câmara da Marinha Grande adjudicou a requalificação e eficiência energética da Piscina Municipal da Marinha Grande. A empreitada foi adjudicada pelo valor de 329.417,38€, a que acresce IVA à taxa legal em vigor e prazo de execução de 120 dias.

A intervenção prevê a reposição das condições funcionais e de segurança deste equipamento desportivo e será realizada uma intervenção de alteração e modernização de equipamentos eletromecânicos com o objetivo de racionalizar os consumos de energia e aumentar a sua eficiência energética.

O projeto incide sobre as instalações mecânicas das redes hidráulicas para aquecimento, arrefecimento e produção de água quente sanitária, bem como sistemas de iluminação e que visa definir uma reformulação e melhoramento energético das instalações atualmente existentes.

“No estudo de racionalização de energia elaborado nesse âmbito, foi possível determinar que as medidas de racionalização aí propostas, conduzem a uma redução do consumo de energia primária em cerca de 46% face ao ano de referência de 2016”, esclarece a autarquia. A envolvente opaca e envidraçada também será intervencionada no sentido de melhorar também aqui o desempenho do existente.

Numa análise complementar à componente arquitetónica foi possível determinar as componentes que poderiam ser objeto de intervenção com recurso a sistemas passivos, para aumentar a eficiência energética e os níveis de conforto do conjunto edificado; às coberturas e paredes exteriores dos espaços sociais e balneários e envidraçados com vidro simples nas fachadas nascente e norte.

De igual modo, “com o objetivo de intervir de forma integrada”, o presente projeto contempla ainda as alterações a implementar no âmbito da Segurança Contra Incêndio em Edifícios (SCIE) e que importa compatibilizar com as características especificas da beneficiação deste equipamento desportivo municipal.

13.04.18

Praia da Vitória: As redes sociais vão ser protagonistas na “Conversas às 8”


helena margarida

Divulgação

A Academia de Juventude e das Artes da Ilha Terceira, na Praia da Vitória, recebe amanhã, dia 14 de abril, às 20h00, mais um debate inserido na iniciativa “Conversas às 8”. Desta vez irá estar em cima da mesa a "Influência das redes sociais na educação das crianças e jovens". A iniciativa, organizada pelo departamento de Educação e Reabilitação da Associação Salão Teatro Praiense, em parceria com o Município da Praia da Vitória, contará com a presença de Francisco Simões, psicólogo; Dora Lopes, socióloga; e Augusto Vilela, professor.

"As redes sociais desempenham cada vez mais um papel importante na nossa vida, nomeadamente, através do entretenimento, tornando-se essencial a reflexão sobre o impacto que estas têm junto das crianças e dos jovens. Neste sentido, é importante sensibilizar a comunidade para a influência das redes sociais, assim como para os riscos que estas acarretam", considera Carlos Armando Costa, vereador da Educação da Câmara da Praia.

O evento contará ainda com a participação especial de Phillipa Cardoso, artista plástica, estando previsto também um momento de comédia protagonizado pelos Stand Up Acores.

           

13.04.18

Vila Nova de Cerveira apresentou o Projeto da Rede Ciclável Urbana


helena margarida

Município de Vila Nova de Cerveira

Já foi apresentado o projeto desenvolvido pelo CI-ESG\ Centro de Investigação da Escola Superior Gallaecia integrado na estratégia da Mobilidade Suave de Vila Nova de Cerveira. Um percurso de 1,5 quilómetros que fará a ligação entre a estação de comboios e o Fórum Cultural.

“Estamos a falar de um plano audaz para o futuro da mobilidade sustentável urbana nas sedes de concelho. Um instrumento que abre caminho a um processo que visa estimular a mobilidade sustentável baseada no uso da bicicleta nos movimentos pendulares, entre os quais a deslocação casa-trabalho e vice-versa ou de exercício físico-turístico passando por vários pontos de interesse do centro histórico”, considerou o Presidente da Câmara de Cerveira, Fernando Nogueira.

Segundo o coordenador do projeto Arq.º Rui Correia, neste projeto “as pessoas e o conceito de acessibilidade para todos estão em primeiro lugar”. A conceção teve como objetivo principal o de “assegurar as condições de acessibilidade, comodidade, conforto e segurança de forma a criar uma maior atratividade na sua utilização, abrangendo as dimensões da modernização do espaço público, do modo sustentável, da valorização dos espaços verdes, da economia de circulação e da humanização da vila”, explicou.

A Rede de Ciclovias Urbanas de Vila Nova de Cerveira prevê a implementação de eixos estruturantes de atravessamento e de ligação aos espaços centrais da vila, mas, de acordo com Fernando Nogueira este “não é um objetivo final, pois teremos de pensar em novos desafios para o futuro”. O autarca adiantou que “o projeto deixa a porta aberta à continuidade da ciclovia com ligação aos concelhos vizinhos portugueses, ou até quem sabe espanhóis através da desejada ponte pedonal/ciclável Cerveira-Tomiño”.

A operação, inscrita no Plano de Ação da Mobilidade Urbana Sustentável (PAMUS) de Vila Nova de Cerveira, terá uma comparticipação de fundos comunitários de 85% dos custos elegíveis, nos termos da candidatura aprovada para o efeito no âmbito do Norte 2020, sendo os restantes 15% suportados pela Câmara Municipal.

13.04.18

Câmara de Viana do Castelo lança desafio para “Florir Viana”


helena margarida

Divulgação

O concurso “Florir Viana” desafia moradores e comerciantes a valorizar a estética e o ambiente da cidade proporcionando a criação de recantos que conjuguem a beleza das flores e plantas com a arquitetura urbana. A proposta é decorar varandas e montras dos edifícios do centro histórico de Viana do Castelo.

Promovido pela Câmara Municipal de Viana do Castelo, no âmbito da iniciativa Viana Florida, o concurso é de participação gratuita, mas com inscrição prévia obrigatória, a decorrer até 30 de abril de 2018. Podem participar no “Florir Viana” a título individual todos os proprietários, moradores ou inquilinos dos edifícios ou das casas comerciais situados no centro da cidade, devendo a composição estar exposta a partir de 1 de maio, para efeito de avaliação. ficando em exposição até ao dia 18 de maio.

Cada concorrente colocará nas varandas ou nas montras, de forma bem visível, plantas e flores ornamentais em vasos, floreiras ou outros materiais que entenda por adequados, que devem ficar obrigatoriamente expostas durante todo o período do concurso, ou seja entre o dia 1 e o dia 18 de maio. Durante o período de execução do concurso os concorrentes podem mudar as plantas e flores, que devem ser naturais ou naturais secas, não sendo permitidas plantas ou flores artificiais.

Os prémios serão atribuídos aos três primeiros classificados na categoria de participante individual Varandas e aos três primeiros classificados na categoria de participante individual Montras.

13.04.18

Vila Real: Túnel do Marão terá bombeiros em permanência


Bruno Fernandes

José Gonçalves (CC BY-SA 4.0)

 

O túnel do Marão vai ter uma equipa de bombeiros em permanência no centro de controlo e comando, anunciou Rui Santos, presidente da Câmara de Vila Real, à Agência Lusa

A medida, que entra em funcionamento a partir de 26 de abril, resulta de um acordo entre a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), a Infraestruturas de Portugal (IP) e uma corporação de bombeiros. Na passada quarta-feira, o Ministério das Infraestruturas (MI) anunciou que o centro de comando do túnel "entrará em funcionamento" sem adiantar como isso iria acontecer. 

Por seu turno, o autarca socialista referiu que "haverá um grupo de bombeiros em permanência no posto de controlo e comando que monitorizará não só o tráfego como terá um veículo de emergência à porta do túnel para agir de imediato caso haja um acidente". Considerando uma "boa notícia", Rui Santos diz que o modelo que será implementado "tranquilizará todos aqueles que passam no Túnel do Marão". "Trata-se de um ganho significativo, porque teremos auxílio imediato. Haverá uma monitorização permanente e uma capacidade de reação imediata" e que o "hiato" de reação "será certamente minimizado", sublinha.

Recorde-se que o autarca vilarealense foi uma das vozes críticas em relação à segurança dentro da infraestrutura. Na altura, o autarca afirmava que o sistema "não estava afinado". "Uma descoordenação total, camiões a fazerem marcha atrás em pleno túnel, carros a virarem-se e a seguirem a faixa em sentido contrário", descrevia o socialista. 

Os novos planos de atuação no túnel serão apresentados no dia 26, refere o MI, mas os mesmos já estão em vigor. Estes planos surgem depois de um inquérito ao incêndio num autocarro, ocorrido dentro do túnel, em junho de 2017. Não houve feridos mas o túnel esteve fechado. O inquérito revelou lacunas na resposta ao incêndio com um "hiato na resposta" de 36 minutos, entre o alerta inicial e o início do combate. O relatório apontava baterias à inexistência do centro de controlo junto à saída de Amarante que deveria ser reaberto. O centro de controlo foi transferido seis meses depois da inauguração do túnel para o centro de controlo da IP, em Almada.