Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Informadouro

Somos mundo!

O nosso dever? Informar!

01.05.18

“Maias” desenham roteiro por Vila Nova da Cerveira


helena margarida

Município de Vila Nova de Cerveira

A partir de hoje, 1 de maio, e até ao dia 7 de maio, Vila Nova de Cerveira volta a sugerir o roteiro d’ “As Maias” pelo centro histórico. Varandas, janelas e portas de edifícios públicos e particulares ostentam mais de meia centena de coroas de giestas e flores, recuperando uma antiga tradição local ligada à primavera e à crença pagã.

A comunidade cerveirense mantém-se fiel aos usos e costumes dos antepassados, exibindo arranjos florais, uns mais simples outros mais sumptuosos, mas onde a giesta amarela, as flores campestres e os verdes não podem faltar.

Fruto de uma grande colaboração das escolas, jardins de infância, juntas de freguesia, IPSS, associações de caráter cultural do concelho e colaboradores municipais, Vila Nova de Cerveira dá as boas-vindas ao mês de maio com um ambiente floral e alegre.

Valorizar as tradições, fomentar a recriação e costumes de hábitos populares e estimular a participação e criatividade artística e cultural são os objetivos subjacentes a esta iniciativa.

01.05.18

Lagos recolheu em 2017 cerca de 3,5 toneladas de Óleos Alimentares Usados


helena margarida

Divulgação

Durante o ano de 2017 foram recolhidas, nos 16 oleões distribuídos pelo Município de Lagos, cerca de 3,5 toneladas de Óleos Alimentares Usados (OAU), continuando a verificar-se uma forte adesão da população a este projeto. Desde o seu início, em finais de 2009, foram já recolhidas, no total, cerca de 30 toneladas de OAU.

A autarquia informa em comunicado que de acordo com a empresa responsável pela recolha dos óleos, “constata-se que os meses de maio e setembro foram os que registaram uma maior quantidade de OAU recolhido (421,76Kg e 391,87Kg respetivamente)”.

O oleão existente junto ao Mercado de Santo Amaro é o que continua a apresentar uma maior produtividade, com quase 1 tonelada de óleo recolhido ao longo do ano passado.

Para além destas quantidades, foi ainda possível recolher, nos estabelecimentos de ensino do Município que aderiram ao “Projeto de Recolha de Óleos Alimentares Usados nas Escolas”, cerca de 0,034 toneladas de OAU, “revelando um grande envolvimento e consciência da população escolar em relação a esta matéria”. As escolas que aderiram a esta iniciativa foram: JI/EB1 de Santa Maria; EB1 de Bensafrim, EB1 nº3 de Lagos, JI/EB1 da Ameijeira e Escola Secundária Júlio Dantas.

01.05.18

Castro Marim tem nova Praia a funcionar para a época balnear 2018


helena margarida

Município de Castro Marim

Chama-se Praia de Verdelago e fica entre a Praia Verde e a Praia de Altura, no concelho de Castro Marim.

Este novo espaço de veraneio foi criado na sequência da alteração simplificada ao Plano de Ordenamento da Orla Costeira Vilamoura-Vila Real de Santo António (POCC), operada pela Resolução do Conselho de Ministros n.º 65/2016, de 19 de outubro de 2016.

A alteração permitiu um alargamento da Unidade Balnear da Praia de Alagoa/Altura (UB1), tendo sido também abrangida por este a zona vulgarmente designada por “Praia das Primas”, que embora fosse zona costeira não estava integrada nas unidades balneares constituintes da Praia de Altura (definidas pelo POOC aprovado pela Resolução do Conselho de Ministros n.º 103/2005, de 27 de junho). Nesta zona poente da Praia de Altura foi ainda criada uma nova Unidade de Recreio Náutico (URN), na zona de fronteira entre o concelho de Castro Marim e o de Vila Real de Santo António.

Para esta época (2018) as unidades balneares e unidade recreativa em causa irão já beneficiar de vigilância e assistência a banhistas, bem como serviço de aluguer de toldos, desportos e atividades de recreio náutico e outros serviços completares, uma vez que estarão concessionadas através dos respetivos Títulos de Utilização do Domínio Hídrico pelo período de 10 anos.

Os concursos públicos para atribuição destes e outros Títulos de Utilização do Domínio Hídrico nas praias de Alagoa/Altura, Verdelago e Cabeço, foram lançados no final de 2017 pela Capitania de Porto de Vila Real de Santo António, entidade com jurisdição sobre esta área do Domínio Público Marítimo (DPM) estando as mesmas em fase de avaliação de propostas, perspetivando-se portanto a disponibilização aos utentes das praias de Castro Marim de um maior nível de segurança e conforto numa extensão de costa mais alargada.

01.05.18

‘Douro TGV’ regressa a Vila Real


helena margarida

Divulgação

A segunda edição do “Douro TGV” já está a entrar nos “carris”. O “traçado” é desenhado pelo Regia Douro Park. A paragem este ano será no Palácio do Governo Civil de Vila Real. O conceito mantém-se: debater o “Turismo”, “Gastronomia” e “Vinho” com o propósito de dotar os atuais e futuros players destes setores de ferramentas para fazerem mais e melhor em cada uma das três áreas.

A trilogia entra na “gare” dia 23 e por lá ficará até ao dia 25 de maio. O Turismo será protagonista no primeiro dia, a 23 de maio, a Gastronomia no segundo dia, a 24 de maio; e, por fim, mas não menos importante, o Vinho, a 25 de maio.

Direitos Reservados

‘Na Rota de uma Promoção Conjunta’ é a temática agendada para quarta-feira, 23 de maio. Altura para destacar o papel das instituições e das ferramentas indispensáveis na promoção da Região Demarcada do Douro de uma forma global para, prontamente, dar resposta a perguntas pertinentes: Teremos mais sucesso se nos unirmos? O que nos falta para sermos mais conhecidos e mais visitados?

Direito Reservados

Três dias de evento, três temas em cima da mesa. O ‘Azeite, um Produto D’Ouro’ apresenta-se para debate quinta-feira, dia 24 de maio e trará à tona as potencialidades de um produto cuja qualidade é, cada vez mais, objeto de análise e avaliação por parte de entendidos na matéria, em particular, pelo jornalista Edgardo Pacheco, autor do ‘Guia Os 100 Melhores Azeites de Portugal’ e recentemente premiado, neste âmbito, pela revista Grandes Escolhas. Por outro lado, começa a haver maior cuidado por parte dos produtores, sobretudo aquando do processo de produção. Paralelamente a esta realidade, o azeite começa a ganhar terreno na vida dos portugueses. Mas quando ocupará o seu devido território? Esta e a outras questões serão abordadas e devidamente respondidas por quem de direito.

Direitos Reservados

Ainda durante este painel, haverá uma prova de azeites, conduzida e comentada pelos três especialistas em palco – os portugueses Francisco Pavão e Edgardo Pacheco; e a brasileira Patrícia Galisini –, à qual se segue a degustação de outros produtos gastronómicos em que este líquido dourado é um dos ingredientes da receita (pão, gelados, chocolates, entre outros). Segue-se um divertido jantar, intitulado de “Cozinhar com os azeites! Ao vivo e a várias mãos.”, a ter lugar no restaurante Panorama, situado em pleno campus da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD). O público – que terá que se inscrever junto da organização – vai ditar quais as iguarias mais saborosas, no que toca à presença de azeite.

Direitos Reservados

O “Vinho” é o senhor que se segue. Estando reservado o debate para o último dia, 25 de maio. Estará a Região Demarcada do Douro atenta às alterações climáticas? Porque não é permitido regar a vinha na RDD? A rega influenciará negativamente as uvas e os vinhos do Douro? Certamente que surgirão mais perguntas face ao tema ‘A Seca de um Bem Líquido’. Na manhã do mesmo dia terá lugar o ‘II Concurso de Vinhos Douro TGV’. A tarde vai ser dedicada à prova de vinhos, não apenas do Douro – todos os produtores estão convidados e são bem-vindos, sendo que o foco está nos produtores do Douro ou cujos produtores ou enólogos se tenham formado na UTAD –, e aos produtos da região – estes sim, em exclusivo de Trás-os-Montes e Douro – no âmbito da ‘Douro TGV 2018 :: Mostra de Vinhos e Sabores’, durante a qual vai ser feito o anúncio e a entrega de prémios do ‘II Concurso de Vinhos Douro TGV’.

O ‘Douro TGV’ destina-se a todos os players cujas atividades abordem as áreas de turismo, gastronomia e vinho, mas em especial aos agentes e às gentes da região, como sejam os alunos e docentes da UTAD, da Escola de Hotelaria e Turismo do Douro – Lamego e de outras instituições de ensino, cujos alunos são os futuros embaixadores da região.

O acesso é gratuito, mas implica inscrição prévia, que deve ser feita através do número de telefone 259 308 200 ou do e-mail eventos@regiadouro.com. Para o efeito, quem quiser marcar presença no evento basta indicar qual ou quais os dias em que pretende participar.

Pág. 15/15