Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Informadouro

Somos mundo!

26.11.18

Braga: Tribunal condena homem a um ano de cadeia por roubo de seis euros


Bruno Micael Fernandes

rawpixel-1055781-unsplash.jpg

O Tribunal Judicial de Braga condenou, esta segunda-feira, um homem a um ano e meio de prisão efetiva por ter roubado seis euros a um indívudo na via pública. O caso remonta a janeiro de 2016. 

Segundo a Agência Lusa, citada em diversos meios de comunicação, apesar do arguido ter confessado o crime e se mostrar arrependido em julgamento, para além de ter pedido desculpa à vítma e alegando que, na altura dos factos, "andava desesperado" por falta de dinheiro para comprar droga, o tribunal teve em conta os antecendentes, visto que o arguido já cumpria pena devido a outro processo. 

Para além da pena de prisão, o homem terá que devolver os seis euros à vítima e pagar 250 euros por "danos não patrimoniais. 

Segundo a acusação, o arguido abeirou-se da vítima e, dizendo que tinha uma faca, exigiu o dinheiro que tinha consigo. A vítima deu a carteira com seis euros e o arguido retirou o dinheiro e pôs-se em fuga. 

26.11.18

Alijó: junta do Pinhão descontente com valor destinado à requalificação de uma rua


Bruno Micael Fernandes

Junta de Freguesia do Pinhão

A Junta de Freguesia do Pinhão, em Alijó, está desagradada com a dotação financeira, atribuída pelo município alijoense, para a requalificação da rua António Manuel Saraiva. A tomada de posição surge num comunicado enviado às redações. 

Em causa, está o facto do município ter atribuído, no orçamento municipal para 2019, apenas 100 euros para as obras desta rua que a junta considera como "estratégica para o concelho e para a região". Sandra Moutinho, presidente da junta do Pinhão e deputada municipal, diz mesmo que a dotação para esta obra, com este valor, é uma "afronta", acusando a autarquia de não ter a vila como prioridade. Sandra Moutinho acrescenta que as "dotações atribuídas a esta intervenção" têm sido "sucessivamente reduzidas". “Esta intervenção não pode ser tratada no orçamento como um tecnicismo contabilístico", acrescenta a autarca. 

Apesar de Sandra Moutinho referir que está "em curso a elaboração do Plano de Pormenor na Rua António Manuel Saraiva, que abrange igualmente a Avenida Marginal", a presidente da junta referiu que a requalificação "do espaço público em si" daquela artéria "pode ser tratada em paralelo".

O facto de, numa entrevista ao jornal local A Voz de Trás-os-Montes em agosto passado, o presidente da Câmara Municipal de Alijó ter anunciado um projeto de 4 milhões de euros para Alijó a ser colocado "no terreno" em 2019 não passou "em claro" no comunicado da junta de freguesia. Sandra Moutinho diz "estranhar uma dotação de 100 euros no orçamento. "Isto só pode significar que o município não considera esta obra prioritária e não está em condições de assegurar, num hipotético quadro comunitário, a componente de financiamento local", acusa. 

Apesar do voto contra da junta do Pinhão, o orçamento foi aprovado. 

25.11.18

Barcelos: jovem morre em teste com viatura


Bruno Micael Fernandes

Pedro Ribeiro Simões (CC BY 2.0)

Um homem morreu este domingo no monte de S.Gonçalo, em Fragoso, Barcelos, durante um teste de uma viatura criada na faculdade, avança o Correio da Manhã. 

O corpo foi encontrado ao início da tarde por um grupo de motards que estavam em passeio e deram o alerta. Segundo a edição online do matutino, o protótipo terá caído sobre a vítima.

O jovem tinha 18 anos e o óbito foi declarado no local. Os bombeiros de Barcelos e do Posto Avançado de Fragoso estiveram envolvidos no socorro. 

As autoridades ainda estão a determinar as circuntâncias do acidente. O corpo foi levado para o Gabinete Médico-Legal de Viana do Castelo. 

em atualização

23.11.18

Barcelos: estacionamento continua caótico


Bruno Micael Fernandes

Informadouro

A fiscalização é praticamente inexistente e grande parte das máquinas de estacionamento continua fora de serviço. Este é o cenário do estacionamento da cidade de Barcelos. 

Depois de, em maio passado, o Informadouro ter feito referência ao facto de a cidade ter os parquímetros, na sua maioria, em manutenção, a situação piorou nos últimos meses. A edição desta semana do jornal local Jornal de Barcelos (JB)dá conta de que há locais com parquímetros avariados com a polícia a não fazer a fiscalização devida. À quinta-feira, dia de feira semanal, a situação é bem pior. 

Segundo refere a publicação, apesar de ser uma "fonte de receitas para o munícipio", o executivo atual tem deixado "aos poucos" cair um plano que previa a colocação de parquímetros em 35 ruas, travessas ou largos. O plano, aprovado em 2001 e aplicado em 2002, nunca foi concluído. A tarifa é de 0,45€ por hora, sendo que nunca foi atualizada desde aprovação do plano. O JB refere ainda que o funcionário que fazia a recolha da receita dos parquímetros foi colocado na "Casa do Rio", onde funcionam os serviços de urbanismo, deixando de recolher as moedas. 

Em maio, o Informadouro questionou a câmara municipal de Barcelos sobre esta questão dos parquímetros. Até hoje, não obteve qualquer resposta. O mesmo sucedeu ao JB

E parques? 

Vilacelos/Direitos reservados

O munícipio de Barcelos tem, apenas, dois parques subterrâneos, depois de as obras para um parque subterrâneo no Campo da República (conhecido como "Campo da Feira) terem sido postas de lado pelo atual executivo: um próximo do largo do Município e outro junto à Praceta Sá Carneiro, denominado "Parque das Barrocas". 

No entanto, apenas o do largo do Muncípio está aberto ao público. Em 2012, o parque das Barrocas foi encerrado ao público, estando apenas disponível para estacionamento de viaturas municipais ou para quem tem lugares de assinatura. Nessa altura, o jornal local Barcelos Popular (BP)noticiava que, segundo a autarquia, o parque estava "encerrado" devido ao facto "não reunir as condições exigidas pela lei". Nessa altura, o município estava a "estudar uma solução definitiva para o espaço".

Ora, na mesma notícia, uma fonte camarária dizia ao jornal que o parque tinha "infiltrações". "Antes que alguma viatura ficasse danificada, optou-se por fechar o parque", referia mesma fonte, adiantando que as máquinas do parque estavam "avariadas. O parque de 34 lugares viu o regulamento ser revogado em 2013, sendo o parque  encerrado ao público mas mantendo o estacionamento para os utentes com assinatura ou para estacionamento de apoio a eventos como é o caso da Festa das Cruzes.

Vinte carros multados numa só noite

Se o JB refere que não há fiscalização no centro da cidade, o mesmo não se pode dizer na malha urbana. O BP avançou, na edição desta semana, que a PSP multou, durante a noite, mais de vinte viaturas em Arcozelo, junto ao pólo da Associação Comercial e Indústrial de Barcelos (ACIB - antigas instalações do Instituto Politécnico do Cávado e Ave). 

A falta de estacionamento da zona leva, muitas vezes, a que se estacione em cima do passeio. É que o número de aparcamentos disponíveis é manifestamente inferior ao número de residentes. Alguns populares revoltaram-se e ao jornal local acusaram a PSP de "falta de compreensão". A revolta foi ainda maior, tendo em conta que os residentes dizem saber que a denúncia foi feita por elementos da junta de freguesia 

A PSP confirma a ação, justificando-a com "o recorrente mau sentido cívido dos condutores que teimam em estacinar em locais proibidos, muitos casos mesmo em cima do passeio" e que isso põe em causa "a segurança dos outros veículos e dos transeuntes. A polícia diz que vai continuar com as ações. 

Já Monteiro da Silva, presidente da junta de Arcozelo, diz que está a prevista a criação de "50 novos lugares" entre janeiro e março do próximo ano. O autarca nega, no entanto, a acusação dos moradores, dizendo que a junta não tem "poderes para multar ninguém. A polícia faz o trabalho dela", justifica. 

22.11.18

Barcelos: Colisão em Vila Frescainha S.Martinho faz um morto


Bruno Micael Fernandes

Sofia Araújo/MnE/Rádio Barcelos/Direitos Reservados

Uma colisão frontal entre um camião e uma carrinha na N103, que liga Barcelos a Viana, causou um morto esta quinta-feira. 

O acidente aconteceu na freguesia de Vila Frescaínha S.Martinho, sendo que o condutor da viatura ligeira é a vítima mortal. Haverá ainda um ferido grave a registar. 

O alerta foi dado aos bombeiros de Barcelos por volta das 13h. 

A estrada está, neste momento, cortada. 

Pág. 1/5