Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Informadouro

Somos mundo!

04.11.18

Marinha Grande: Resultados do OP divulgados sexta-feira


Bruno Micael Fernandes

Município da Marinha Grande

Os resultados da votação para o Orçamento Participativo serão divultados sexta feira (dia 9) numa "assembleia participativa" de entrada livre, anunciou a autarquia. 

Ao todo, foram quatro propostas que estiveram em votação, cujo montante disponbilizado pelo município foi de cem mil euros. As propostas serão transformadas em realidade durante o próximo ano. 

"O orçamento participativo é um meio muito importante de abertura dos municípios às opiniões dos cidadãos. Queremos um orçamento participativo forte e participado e acreditamos que o hábito de participação é algo que, com o tempo, se instalará", refere Cidália Ferreira, presidente da Câmara da Marinha Grande. 

A assembleia decorrerá no Auditório da Resinagem, a partir das 21h. 

04.11.18

Lagos: município fixa taxas de impostos municipais para 2019


Bruno Micael Fernandes

Municipio de Lagos

O município de Lagos já fixou para 2019 os impostos de municipais a cobrar, informou a autarquia.

A começar pelo Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI), a proposta aprovada em reunião de câmara foi a de aplica a taxa de 0,8% aos prédios rústicos e manter os 0,35% em todos os prédios urbanos de todas as freguesias. "Aos prédios devolutos há mais de um ano e aos prédios em ruínas situados na Área de Reabilitação Urbana (ARU) da cidade de Lagos será mantida a majoração para o triplo da taxa de IMI, enquanto os imóveis intervencionados na área da ARU no período de 1 de novembro de 2017 a 30 de novembro de 2018, terão uma minoração de 30% da taxa válido por um período de 5 anos", explica a autarquia em comunicado. Lagos também reduzirá o IMI para os prédios arrendados, na ordem dos 20%, com o fim de estimular o mercado de arrendamento habitacional. 

Com estas medidas, a autarquia planeia arrecadar mais de perto de doze milhões de euros. 

Foi também aprovado o lançamento de uma derrama sobre as empresa com um volume de negócios superior a 150 mil euros. A taxa de 1% sobre o lucro tributável das empresas destinar-se-à "a dar continuidade à requalificação e reparação do parque habitacional municipal, bem como de equipamentos municipais". A autarquia espera conseguir, com esta taxa, uma receita de 565 mil euros. 

 

04.11.18

Ribeira de Pena: Mercado de Cerva acolhe convívio da castanha


Bruno Micael Fernandes

Divulgação

A Junta de Freguesia de Cerva e Limões, Ribeira de Pena, organiza, já a 11 de novembro, o habitual convívio da Castanha. 

Com início previsto a partir das 14h, do programa constam atuações do Rancho Folclórico da Santa Casa da Misericórdia de Cerva e Centro Social de Limões, teatro e cavaquinhos dos centros de convívio do concelho. Garantidos estão as castanhas assadas e o porco no espeto. 

Já na sua sexta edição, a iniciativa pretnede dinamizar a economia local, reunindo os produtores da região.