Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Informadouro

Somos mundo!

05.12.18

Direção do Turismo do Porto e Norte demite-se


Bruno Micael Fernandes

Publituris/Direitos reservados

- em atualização - 

Três dos cinco elementos da comissão executivo do Turismo do Porto e Norte de Portugal (TPNP) demitiram-se esta quarta-feira, avança a Agência Lusa citada por diversos órgãos de comunicação social. 

A demissão em bloco acontece depois de Melchior Moreira, presidente do TPNP e de Isabel de Castro, diretora executiva; Gabriela Escobar Gomes, diretora financeira; e dois empresários terem sido detidos em outubro. Eduardo Vítor Rodrigues, presidente da Assembleia-geral da TPNP, também apresentou demissão.  

"Fomos hoje informados de que três dos cinco elementos da comissão executiva apresentaram a demissão e fizeram-no hoje mesmo. Tenho que realçar e agradecer porque permitiu agilizar uma solução de maior compromisso que vai no sentido de no dia 18 de janeiro temos um ato eleitoral para a comissão executiva", referiu o também presidente da câmara de Gaia à Lusa. 

As demissões partiram dos autarcas das câmaras de Santa Maria da Feira e de Vila Real e, ainda, do representante da Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (ARESPH). Os três elementos integravam a comissão executiva do TPNP. A demissão destes três elementos obriga à queda do órgão por falta de quórum. Jorge Magalhães, vice-presidente do TPNP, não apresentou a demissão. 

Segundo o Jornal de Notícias, a demissão em bloco serve "para forçar eleições" e "renovar a estrutura" da instituição. "O meu objetivo era arranjar forma de haver clarificação e não fazer de conta que nada se passava, conseguir repor a legitimidade dos órgãos, cuja credibilidade estava colocada em causa", refere Eduardo Vítor Rodrigues. 

Estão já marcadas eleições antecipadas para 18 de janeiro para a comissão executiva e para a assembleia-geral, prevendo-se eleições com "várias listas" a disputar os órgãos.

Melchior Moreira é o único que se mantém em prisão preventiva no âmbito da "Operação Éter". Recorde-se que o, agora, ex-presidente da TPNP foi detido no passado mês de outubro e foi constuído arguido numa investigação que ainda está em curso. Segundo o comunicado da PJ emitido à data, os detidos estavam indiciados por crimes de corrupção e participação económica em negócio em diversos procedimentos de contratação pública na região, estando envolvidos "valores que ascendem a vários milhões de euros".

Orçamento da entidade tem de ser gerido de outra forma

A demissão dos órgãos sociais do TPNP pode levar a problemas na gestão do orçamento da entidade. 

O orçamento tinha de ser aprovado até dia 31 de dezembro. As eleições impedem este facto, levando a que o orçamento da entidade tenha de "gerido em duodécimos". 

"Apresentei uma proposta para que fosse suspensa a votação por não fazer sentido que se votasse um plano para 2019 quando vai haver eleições.", indicou Vítor Rodrigues aos jornalistas. A proposta foi aprovada por unanimidade. "Deve ser a nova direção a apresentar um orçamento no qual se reveja e não ser confrontada com um previamente aprovado", acrescenta. 

05.12.18

Ribeira de Pena: Obras na sede da "Artesão da Trofa" já terminaram


Bruno Micael Fernandes

Município de Ribeira de Pena

As obras de beneficiação da antiga escola de Daivões, em Ribeira de Pena, já terminaram, anunciou a autarquia.  

O espaço, que atualmente acolhe a sede da associação "Artesãos da Trofa", o Centro de Convívio e onde são feitas as sessões de catequese, foi alvo de obras durante o mês de novembro e que envolveram "a substituição da caixilharia das portas e janelas, a renovação de toda a instalação elétrica e da canalização da água, assim como a instalação de novos equipamentos nos espaços interiores da escola". O exterior também foi alvo de requalificação com a colocação de bancos de jardim e a criação de canteiros por forma a abrir um "espaço mais agradável para as atividades de convívio e lazer da Associação".

O município atribuiu, em junho passado, uma verba de 10 mil euros para esta obra.