Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Informadouro

Somos mundo!

O nosso dever? Informar!

08.10.18

ANESF quer pacto de regime para a floresta


helena margarida

Divulgação

Num momento em que se discute o Orçamento de Estado para 2019, a Associação Nacional dos Engenheiros do Sector Florestal (ANESF) propõe aos partidos com assento parlamentar, estabelecer um pacto de regime para a floresta. “É preciso assumir a necessidade de consignar receitas no orçamento de Estado, que permitam assegurar os meios humanos e materiais para executar no terreno o que precisa ser feito, hoje e para futuro, para que não voltem a acontecer tragédias como as que aconteceram em 2017 e 2018” explica em comunicado a Associação, adiantando que esta consignação tem que ser transversal às diferentes legislaturas e ter duração compatível com os ciclos naturais da floresta.

Em causa está a economia do país, o emprego nas regiões mais desfavorecidas, a conservação da natureza e da biodiversidade, mas acima de tudo a segurança dos cidadãos. Daí que um pacto de regime para a floresta “terá que estar assente no conhecimento da floresta, na saúde, vitalidade e vigor das massas florestais, na valorização dos produtos e serviços do ecossistema e acima de tudo na segurança das pessoas e bens” defendem os florestais.

A ANEF lembra que as florestas são ecossistemas extremamente complexos que demoram décadas a desenvolver-se para poder fornecer os bens e serviços de que a sociedade usufrui. É no melhor conhecimento da engenharia e da ciência que têm que ser apoiadas as orientações politicas, as opções de planeamento e as decisões de gestão. “Não podemos continuar a assistir a decisões pensadas para ciclos eleitorais de 4 anos. Temos uma lei de bases da política florestal que foi aprovada por unanimidade pela Assembleia da República. Temos os instrumentos legais necessários para gerir bem a nossa floresta. Faltam-nos os meios e a coragem para a sua implementação”.

A Associação Nacional dos Engenheiros e Técnicos do Sector Florestal (ANESF) é uma associação profissional que tem como objeto dignificar e promover a profissão de engenheiro e técnico florestal.