Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Informadouro

Somos mundo!

O nosso dever? Informar!

Direitos reservados

 

Dia 13 de janeiro é assinalada a Restauração do Concelho de Ílhavo, que celebra a recuperação da coesão territorial e administrativa perdida durante três anos para o vizinho concelho de Aveiro.

A extinção do Concelho de Ílhavo ocorreu com o Decreto de 21 de novembro de 1895, motivada pela conjugação administrativa e judicial, e a redução da despesa pública.

A restauração do Concelho de Ílhavo foi feita pelo Decreto de 13 de janeiro de 1898, sendo que as Gafanhas, a Costa Nova e a Barra foram, por sua vez, anexadas ao território municipal de Ílhavo com os Decretos de 31 de dezembro de 1853 e 24 de outubro de 1855, assumindo o concelho a configuração atual.

Ao longo do ano destacados vários os momentos para refletir a importância deste marco histórico para o presente e futuro de todas as vivências e dinâmicas municipais. Neste sentido, foi criada a nova rubrica da Agenda de Eventos “Viver em…” que revela o sentimento dos ilhavenses sobre a extinção do concelho.

As diversas atividades centradas nos 120 anos da Restauração do Concelho de Ílhavo iniciam-se no próximo dia 17 de janeiro com os Encontros de História Local, que retratam a história deste marco, e com o lançamento do primeiro número da revista “Nossa Gente” com a biografia de Alberto Ferreira Pinto Basto, um dos impulsionadores do processo de restauração de 1898.