Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Informadouro

Somos mundo!

O nosso dever? Informar!

14.12.17

Presidente da Câmara da Praia apresentou posição do Município sobre dossier Base das Lajes mas fica de fora da reunião da Comissão Bilateral


helena margarida

Município da Praia da Vitória

O presidente da Câmara Municipal da Praia da Vitória, Tibério Dinis, reuniu ontem, 13 de dezembro, com os ministros dos Negócios Estrangeiros e da Defesa Nacional e com o embaixador dos Estados Unidos da América em Portugal, a quem apresentou a visão e as preocupações do Município sobre os vários assuntos pendentes em relação à Base das Lajes, particularmente sobre o processo de descontaminação das áreas circundantes à infraestrutura militar localizada no Concelho.

Relativamente ao pedido de participação na reunião da Comissão Bilateral, o autarca confirmou que este “não foi aceite pelo ministro dos Negócios Estrangeiros”, sendo a recusa justificada “com o facto de os Açores já estarem representados no encontro”. Um argumento que, no entender do autarca não é satisfatório “tendo em conta que a presença do Município não é inédita e que estão na agenda assuntos diretamente ligados ao Concelho, onde a nossa visão de proximidade pode contribuir para um melhor entendimento e decisão. Daí lamentar essa decisão”. Tibério Dinis considerou, no entanto, que cumpriu o seu papel com a apresentação “a todos os intervenientes a nossa visão e aguardo, de forma positiva, as conclusões da reunião da Comissão Bilateral”.

Tibério Dinis agurada “com expectativa”, pelos resultados da reunião da Comissão Bilateral de Acompanhamento do Acordo de Cooperação e Defesa entre Portugal e os Estados Unidos, agendada para esta quinta-feira, 14.

Ontem na reunião com o ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, Tibério Dinis abordou a relação diplomática entre Portugal e os Estados Unidos no que diz respeito ao processo de descontaminação das zonas circundantes à Base das Lajes e apresentou um ponto de situação sobre os trabalhos desenvolvidos no terreno considerando ser o Governo da República a “responsabilizar-se nesta matéria, devendo, depois, assacar ou exigir responsabilidades ao governo norte-americano”.

O mesmo assunto foi levado ao ministro da Defesa, Azeredo Lopes, com o autarca a reforçar a preocupação com o processo de descontaminação nas áreas circundantes da base das Lajes, tendo particularizado as questões incluídas no Orçamento de Estado para 2018 relativas a este dossier: a comparticipação do Governo da República no abastecimento de água em Santa Rita; a comparticipação, por via do Fundo Ambiental, nos processos de garantia da qualidade e segurança da água da rede pública interligada com a Base das Lajes; e a comparticipação do Governo da República nos custos assumidos pela Autarquia decorrentes do reforço das análises à água, exigido pela garantia de qualidade e segurança na água para consumo público no Concelho.

O autarca praiense teve ainda oportunidade para um encontro com o embaixador dos Estados Unidos, George Glass, com quem analisou os mesmos assuntos, apresentando a visão do Município ao sucessor de Robert Sherman.