Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Informadouro

Somos mundo!

O nosso dever? Informar!

17.01.18

ÚLTIMA HORA: CTT diz que balcão da Araucária em Vila Real vai ser transferido para Junta de Freguesia. Autarcas locais desmentem administração


helena margarida

Direitos Reservados

A administração dos CTT diz já ter acordo para a manutenção dos serviços de correios em 14 postos diferentes, que irão substituir algumas das lojas que vão encerrar. A notícia foi avançada no Fórum TSF desta quarta-feira, 17 de janeiro, pelo porta-voz dos CTT, Miguel Salema Garção que adiantou haver acordos com “entidades locais, com as juntas de freguesia, no sentido de os transformar para postos de correio e manter o serviço às populações".

Um dos acordos anunciado diz respeito à loja da Araucária, em Vila Real, que segundo a administração dos CTT, deverá encerrar em março passando o serviço, em princípio, para o novo polo de atendimento da Junta de Freguesia de Vila Real, previsto abrir até final de abril, na rua Dr. José Figueiredo, na zona além-rio.

Na sequência desta notícia o presidente da Câmara de Vila Real, Rui Santos, em declarações à TSF disse que "ainda não existe o acordo. Existe um princípio de entendimento que estamos à espera de ver concretizado".

O presidente da Junta de Freguesia de Vila Real, Francisco Rocha, também não confirma o vinculado na TSF por Miguel Salema Garção, “pois não é verdade”. Em declarações ao Informadouro o autarca reforça que “a administração está a ponderar alternativas” e que “a Junta e a Câmara estão a acompanhar o processo”.

Recorde-se que na passada segunda-feira, 15 de janeiro, os Presidentes da Câmara Municipal de Vila Real, Rui Santos, e da Junta de Freguesia de Vila Real, Francisco Rocha, estiveram reunidos com a administração dos CTT tendo alertado para a importância da existência de um balcão na zona da Araucária, “quer pela grande concentração de população e serviços, quer pela sobrecarga, já existente, no balcão da Avenida Carvalho Araújo”.

Desta tentativa de encontrar uma solução que não prejudique o serviço público postal prestado às populações, “os CTT garantiram que não encerrarão o Balcão da Araucária até conseguirem oferecer uma solução alternativa, que não prejudique os utentes, mantendo todos os serviços postais e de encomendas prestados naquele balcão”.